13 de abril de 2020 Comentários (0) Blog

Como será o mundo pós Coronavirus?

Compartilhe em suas redes favoritas

Há alguns dias me deparei com uma pergunta, que voltou a me perturbar por algumas vezes nos dias que seguiram.
Dizem (não sei quem) que com 22 dias você adquire um hábito. Estamos adquirindo hábitos inéditos e modificando nossa cultura atual.
Já pararam para pensar o que representa o mundo todo parar de uma só vez? É dramático e fantástico ao mesmo tempo. Há poucos meses era impensável ver um cenário desses.

A Terra agradece, o empresário se queixa, os políticos perdem o rebolado e os pais quase surtam dentro de casa. A impressão é de que nos tornamos um pouco Amish -ordem religiosa com costumes ultraconservadores, como o uso restrito de equipamentos eletrônicos, inclusive telefones e automóveis (definição da Wikipedia). Parece que nosso mundo tal como conhecíamos ruiu. Todos nós que ficávamos pendurados nos telefones o dia todo -muitas vezes sem olhar para quem estava a nossa volta- queremos encontros reais. Ir ao supermercado sem máscaras. Andar na rua. Entrar no metrô. Retomar o que (achávamos que) era nosso de direito.

Mas será que aquele mundo que conhecíamos ainda existe? E o medo? Será que nossos novos costumes interferiram em nossa cultura a ponto de modifica-la perceptivelmente?

Festas por aplicativos, “home office” oficialmente faz parte das empresas, lives aos montes: da sala, da sacada, da garagem, do jardim dependendo do “mood”, estilo de vida ou público alvo.

Há muitos clamando via redes sociais, por resgate da essência, reconexão com a natureza e consigo mesmo. Mesmo que isso tudo não passe de desespero coletivo, podemos olhar pro momento como uma oportunidade de parar e avaliar como vivemos e escolher calmamente como podemos melhorar.

A Terra, os empresários, os políticos e os pais agradecem, como simples habitantes deste planeta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish